Ontem eu evitei assistir o jogo pela televisão. Me isolei em um ginásio poliesportivo perto de casa, acompanhando a partida pelo rádio,pois temia passar nervoso de uma possível atuação pífia de nossa seleção. E, infelizmente, o meu temor se confirmou. O Brasil jogou muito mal, e só não saiu de campo com um resultado pior por causa da sorte, da ruindade da Austrália, e porque finalmente o parreira se convenceu que o balofo do Ronaldo já era. E pra piorar, tenho a desconfiança de que, ou o Adriano é mais um perna de pau nessa seleção, ou está boicotando o Robinho, este sim, está comendo a bola. Fred entrou, mostrou vontade e fez o seu no final. Mas venhamos e convenhamos, Pro Brasil voltar a ser favorito e não voltar pra casa mais cedo, precisa não apenas melhorar muito, mas também de ousadia do Parreira, que pelo visto, não está muito disposto a ser ousado.Dos dois primeiros jogos da seleção é possível observar que:

  • Cafu não mais tem pique pra ir e voltar, o que faz com que o setor dele se torne vulnerável.
    • Solução: tira ele e põe o Cicinho.
  • Ronaldo não tem físico pra jogar na seleção, pode dar a ele 1 ano de treinamento intensivo que não vai resolver. É um peso morto que a seleção carrega, como se o time tivesse um jogador a menos em campo.
    • Solução: tira ele e põe o Robinho.
  • Parece que o ego está afetando o rendimento de Adriano. O imperador está pouco produtivo.
    • Solução: Com robinho no ataque ele melhora, mas desconfio de uma certa relutância do imperador em cooperar com o novo parceiro. Se não resolver, saca ele e põe o Fred.
  • Ronaldinho Gaúcho está muito limitado no meio-campo, tendo atuações discretas no time.
    • Solução: Viu-se com a entrada do Robinho que a situação melhorou e Ronaldinho passa até a jogar melhor. Mas isso não basta, pois o Parreira é muito burro, e não percebe que o melhor jogador do mundo precisa ter mais liberdade pra fazer a bola chegar no ataque.

A maioria dos 180 milhões de técnicos do Brasil, já perceberam isso, só o Parreira que não.

Autor: Kazzttor

André Arruda dos Santos Silva, ou Kazzttor, é paulistano. Oriundo de família humilde, mas trabalhadora, viveu seus primeiros anos de sua infância no bairro do Ipiranga, cidade de São Paulo, e em seguida, mudou-se com sua família para Diadema, município vizinho, onde vive até hoje. Ativista, blogueiro, professor de informática, amante de tecnologia, esportes e artes, André procura em suas manifestações intelectuais escritas em seus blogs ou nas organizações as quais faz parte, mostrar um jeito mais humano, irreverente e diferente de ver e entender o mundo. Atualmente é universitário, bancário, participante de atividades sindicais, políticas e ideológicas, sempre tendo como objetivo buscar nos princípios éticos e de respeito mútuo a chave de uma sociedade mais harmônica e humanamente sustentável.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s