Dois mil e oito já passou, e com ele também pode acabar todo o negativismo provocado pela crise e pelo recente conflito entre o Hamas e Israel. Hoje é dia de renovar nossas esperanças e também fazer planos para melhorar ainda mais nossas vidas. Até aproveito para fazer um trocadilho com a reforma ortográfica que começa a vigorar hoje, que está no título deste post. Procurem transformar as idéias (era a forma de escrever esta palavra até ontem) em ideias (a partir de hoje se escreve assim). Modernizem seus pensamentos e atualizem suas filosofias. Este é o segredo para tornar o ano novo promissor: ação (agora Brasil e Portugal escrevem esta palavra da mesma forma).
Nosso mundo está precisando de atitude, de atitude legítima e transformadora. Chega de modismos ultrajantes e pensamentos auto-destrutivos. Comece o ano de 2009 com atitudes novas. É assim que faremos um ano inovador. Pense nisso.
Uma coisa achei interessante em toda virada de ano. Nunca em uma passagem de ano pensamos em coisas vis, por mais vil que a pessoa seja. Nunca pensamos em querer arruinar alguém, nunca pensamos em acabar com ninguém, pensamos sempre em coisas boas, mesmo que sejam para nós mesmos. Talvez a virada de ano fosse o momento propício para redenção, para que as pessoas se redimem de suas atitudes que não foram condizentes com uma postura de pessoas de bom carater. E até pelos momentos críticos que passamos neste ano, é interessante imaginar que depositamos nossa confiança em ações que resolvam todos os problemas em 2009. Acho até coerente pois o mundo não acabou, apenas virou a página.
E virando a página que queremos que 2009 seja cheio de boas novas, cheio de ações concretas, revolucionárias e construtoras de dias mais felizes. É o que desejamos hoje.
Feliz 2009!

Autor: Kazzttor

André Arruda dos Santos Silva, ou Kazzttor, é paulistano. Oriundo de família humilde, mas trabalhadora, viveu seus primeiros anos de sua infância no bairro do Ipiranga, cidade de São Paulo, e em seguida, mudou-se com sua família para Diadema, município vizinho, onde vive até hoje. Ativista, blogueiro, professor de informática, amante de tecnologia, esportes e artes, André procura em suas manifestações intelectuais escritas em seus blogs ou nas organizações as quais faz parte, mostrar um jeito mais humano, irreverente e diferente de ver e entender o mundo. Atualmente é universitário, bancário, participante de atividades sindicais, políticas e ideológicas, sempre tendo como objetivo buscar nos princípios éticos e de respeito mútuo a chave de uma sociedade mais harmônica e humanamente sustentável.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s