O Que Esperar Do Brasil Nesta Copa?

Em 11 de maio de 2010, a exato um mês para o início da copa do mundo de futebol, o técnico Dunga apresentou a lista dos 23 jogadores convocados para o escrete canarinho neste certame. A revelação dos nomes, por não haver surpresas, nem sequer nomes aclamados pela crônica esportiva e pelo clamor popular, gerou polêmica e debate que rendeu vários dias. A grande questão, que acabou se tornando o termo de praxe pelas declarações do treinador brasileiro, e dos debates em torno do tema, é a coerência. Será que Dunga foi coerente ou teimoso ao escolher seus convocados, se muitos deles não atravessam em boa fase, se recuperam de contusões, ou ainda amargam a reserva em seus clubes? O resultado de tudo isso é uma incógnita. Se Dunga tinha a intenção de ser confuso com termos exatos, assim como diria o Chacrinha – “Eu vim para confundir, não para explicar”, conseguiu. Mesmo com três anos e meio de testes e escolhendo os jogadores os quais considera ideais, as condições destes mais o panorama do futebol brasileiro, levam o futuro de nosso escrete na copa ao buraco negro da dúvida e da incerteza. O grupo em que o time brasileiro se encontra é equilibrado, e pode ser um bom teste inicial a seber se este time, que vem de um bom retrospecto de fato vingará neste certame. O que é possível afirmar é que Dunga terá de superar a tudo e a todos para se firmar como um grande treinador, e este é um momento propício. Das duas uma: conseguirá levar o Brasil ao hexa e se consagrará, ou amargará uma campanha sofrida e vexatória, com saídsa precoce, e amargará o ostracismo.

Autor: Kazzttor

André Arruda dos Santos Silva, ou Kazzttor, é paulistano. Oriundo de família humilde, mas trabalhadora, viveu seus primeiros anos de sua infância no bairro do Ipiranga, cidade de São Paulo, e em seguida, mudou-se com sua família para Diadema, município vizinho, onde vive até hoje. Ativista, blogueiro, professor de informática, amante de tecnologia, esportes e artes, André procura em suas manifestações intelectuais escritas em seus blogs ou nas organizações as quais faz parte, mostrar um jeito mais humano, irreverente e diferente de ver e entender o mundo. Atualmente é universitário, bancário, participante de atividades sindicais, políticas e ideológicas, sempre tendo como objetivo buscar nos princípios éticos e de respeito mútuo a chave de uma sociedade mais harmônica e humanamente sustentável.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s