11/09/2011: 10 anos de fato tristemente histórico

Ouça este artigo no Gengibre: clique aqui.

Hoje o mundo lembra os atentados terroristas ocorridos nos Estados Unidos, há exatos 10 anos. E este triste episódio marcou profundamente a história recente da humanidade. E pudemos presenciar na TV, no rádio, na Internet, jornais toda essa tragédia, como se esta estivesse nas janelas de nossas casas. Pude presenciar naquela terça-feira fria e nublada de 11 de setembro de 2001, em São Paulo, como tudo poeticamente conspirava para um dia triste. As emissoras de TV não paravam de falar sobre o ocorrido, as rádios também, muitas delas interrompendo sua programação para informar continuamente os fatos que se sucediam. Ouvi no rádio, surpreendentemente na rádio Energia 97 FM (que toca música eletrônica) que as torres do World Trend Center haviam caído, e com elas a ilusão de que os EUA eram inabaláveis. A internet travou naquele dia. Todos queriam saber sobre o atentado nos portais e sites jornalísticos, congestionando a grande rede, tendo que os próprios sites a criar versões simplificadas de suas páginas iniciais para atender a demanda de acessos.

Como a insanidade pode ser tão devastadora? Os cerca de 3000 mortos em Nova Iorque, Pentágono e Pensilvânia mostram o tamanho de uma estupidez que não tem palavras, tamanho, medida ou causa que justifique tal ato. Ato este que opôs o mundo contra o Islã e provocou outros abalos estruturais na conjuntura mundial. O clima de incerteza contaminou o pensamento de todas as pessoas. Cogitou-se até em uma terceira guerra mundial ou ainda que este ataque seria uma grande fraude por ser tão surpreendente e inesperado. Mas a tragédia foi real e abalou as estruturas da terra dos que se auto-intitulavam “os donos do mundo”, e pairou sobre a terra do Tio Sam uma nuvem de incertezas, e inclusive outros eventos, como o furacão Katrina, tornaram os estadunidenses mais pessimistas.

Uma das consequências do 11 de setembro foi a crise de 2008. As estratégias de defesa, a contenção do clima de insegurança, o contra-ataque contra o talibã e a reconstrução das áreas afetadas pelos ataques custaram muito caro aos EUA. E isto culminou com uma crise econômica americana, insolvência e quebradeira dos bancos, mostrando assim a fragilidade da estrutura econômica estadunidense. E como os EUA são o centro econômico mundial, o efeito cascata provocou uma grande pandemia econômica. Até hoje sofremos os efeitos da crise de 2008 e o rebaixamento da nota da dívida estadunidense reflete que esta crise estará longe de se encerrar para eles, pois há uma grande barreira que é a política. Os republicanos seriam os maiores responsáveis pelo agravamento da situação estadunidense no pós-11/09. Além de ter tomado medidas ineficazes e incoerentes para contra-atacar (o exemplo maior disso foi a invasão do Iraque), não houve um controle de sua política interna, o que fez com que houvesse uma bolha de crédito e que esta estourasse.

O 11 de setembro evidencia uma realidade em que se considera que os fins justificam os meios, tanto de um lado, como de outro, porém esta tese caiu por terra, já que no fim, todos sairam derrotados deste triste e lamentável episódio de nossa história.

Autor: Kazzttor

André Arruda dos Santos Silva, ou Kazzttor, é paulistano. Oriundo de família humilde, mas trabalhadora, viveu seus primeiros anos de sua infância no bairro do Ipiranga, cidade de São Paulo, e em seguida, mudou-se com sua família para Diadema, município vizinho, onde vive até hoje. Ativista, blogueiro, professor de informática, amante de tecnologia, esportes e artes, André procura em suas manifestações intelectuais escritas em seus blogs ou nas organizações as quais faz parte, mostrar um jeito mais humano, irreverente e diferente de ver e entender o mundo. Atualmente é universitário, bancário, participante de atividades sindicais, políticas e ideológicas, sempre tendo como objetivo buscar nos princípios éticos e de respeito mútuo a chave de uma sociedade mais harmônica e humanamente sustentável.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s