(?) Muitos dias se passam, a vida continua (filosofando)

Hoje já se passaram quase (ou mais de) 100 dias desde o décimo-milésimo. A situação continua estável, por hora, mas mudanças significativas começam a ocorrer. Pra começar, estou em uma correria danada por causa da faculdade. Como alguns dos nossos leitores já sabem, agora sou um aluno da Fatec, um privilégio que finalmente consegui alcançar depois de 4 tentativas em 7 anos. Mas percebi que não é nenhum pouco fácil cursar faculdade pública, principalmente quando se tem uma jornada de trabalho a fazer. Apesar de tudo ainda estou sendo ajudado pelo meu coordenador, o que ele deve ter visto que ainda seria muito útil na Microcamp. O único problema de lá é a burocracia e a filosofia de trabalho da escola. Mas isso é problema de comando, mas de comando geral. Enquanto o dono da rede tiver uma mentalidade atrasada, a escola sempre ficará defasada e dependente do talento dos professores. E, modéstia a parte, São Caetano do Sul tem a melhor equipe de professores, só precisava ter uma escola que lhe desse o suporte adequado a somente se dedicar às aulas.

O pior é que essa mentalidade atrasada dos executivos e empresários é fato corrente no empresariado brasileiro que é burocrata e arcaico. Eles acreditam que o lucro a qualquer custo é a chave do sucesso, uma tolice sem tamanho. Esquecem que a educação do Brasileiro evoluiu, que a sociedade está mudando e que não se aceita mais qualquer coisa, querem qualidade. Essas empresas estão fadadas a morrer. E essa é a minha torcida. Pois o velho deve ceder lugar ao novo. O novo conceito de pessoas que trabalham em prol umas das outras. Não seria esse o sonho do socialismo? E o lucro seria não o objetivo, e sim a consequência de um trabalho bem feito. Não seria esse o paradigma capitalista? Conclui-se que competição com integração é possível. Todos podem vencer nesta batalha, salvando-se todos, entre mortos e feridos.

(-6) Início do balanço

Quase 365 dias de ações, muitas vezes, interrompidas por alguns contratempos, mas com um saldo extremamente positivo, não apenas de resultados e sim de uma postura diferente, proativa, a uma nova realidade.

Não importa se você conseguiu atingir seus objetivos, o que importa é que você está se dirigindo a eles. Sem pressa, é possível, mais cedo ou mais tarde, atingir seus anseios, mesmo que isso possa levar mais tempo que se espera.

Muito consegui, mas ainda há um longo caminho pela frente. Os 10000 dias estão chegando, mas não é o fim e sim o começo de novos desafios.

(-41) Na iminência de vida nova

Nestes últimos meses, minha vida mudou de forma radical, mas sua fase mais aguda ocorreu nos últimos 30 dias. Foram tantas as mudanças, muitas boas, algumas ruins que eu fico até desnorteado ao tentar acreditar em tudo o que ocorreu até aqui. Hoje me vejo com uma postura diferente de um ano atrás, e isso é um sinal de transformação e de crescimento pessoal, intelectual e social.

(-48) Recuar um passo para avançar dois

Quando eu me matriculei na Fatec, cogitei a possibilidade de solicitar aproveitamento dos meus estudos, já que afinal, já havia cursado 1 ano e meio do mesmo curso em duas faculdades diferentes, mas acabei mudando de idéia, optando por refazer o curso inteiro. Cheguei a essa conclusão pois o estilo de faculdade ministrado numa universidade pública, é bem diferente da particular, que possui um conteúdo comercial, padronizado para ser menos difícil e mais adaptado a soluções convencionais de estrutura de TI. Vejam as notícias sobre o universo acadêmico. Poucas são as instituições particulares que se destacam com projetos e soluções.

Acabei me lembrando de um conto curioso. Um garoto tinha que escolher entre duas moedas qual a mais valiosa, podendo ficar com ela: uma de 50 centavos de dólar, maior e mais pesada, e a de um dólar. E o garoto sempre escolhia a de 50 centavos.  E todos riam da tolice do garoto. Então um homem com pena do garoto explicou que, apesar de ser a mais pesada e maior, a moeda de 50 centavos não era a mais valiosa. Então o garoto sorriu, e respondeu que sabia disso, mas se escolhesse a moeda de um dólar, as pessoas iriam parar de oferecer moedas a ele.

Refazer a faculdade pode ter sido um desperdício de tempo e dinheiro (aliás bastante dinheiro), mas certamente, daqui a três anos, ao me formar, certamente terei a certeza de que todo o esforço e o retrocesso que fiz, valeram a pena, e me impeliram a um patamar ainda mais elevado, do que se tivesse continuado na faculdade particular. Espero ter acertado na decisão.

(-50) Um triunfo para sempre

Um instante de silêncio, uma súbita emoção interrompeu minha aula. Isso após a consulta ao resultado do vestibular da Fatec, e encontrar o meu nome na lista de aprovados.

Um filme se passou em minha cabeça. Três tentativas fracassadas! Muita frustração até o surpreendente triunfo. Um triunfo ao qual me preparei há muito tempo… Todos me cumprimentaram quando souberam da façanha. Foi um dia histórico. Foi um momento de pura emoção e puro encantamento. A conquista na última tentativa que irei agarrar com unhas e dentes, e justo em uma situação de redenção, iniciado há alguns meses. Há exatos 50 dias para os meus 10.000, um dia que valeu por todos.

(-70) 2008 perto do fim. Que venha 2009!

Faltam menos de duas horas para terminar 2008. Ao lembrar que há um ano atrás tinha feito promessa a mim mesmo de que mudaria minha vida, hoje vejo que boa parte do prometido cumpriu-se. 2008 será inesquecível, pois passei (e ainda passo) por um processo de transformação sem precedentes que poderá me colocar a patamares ainda mais elevados. Faltam apenas 2 meses e 10 dias para a data-meta. A data-marco foi  há um ano atrás. Corri atrás dos meus objetivos e conquistei vitórias importantes, mas ainda é o começo. O começo de uma longa caminhada. Daqui a pouco mudaremos de estação, sai 2008 e entra 2009, e neste momento renovamos novamente as esperanças em dias melhores, depositando em um ínfimo instante, todas as nossas expectativas de um ano melhor, mais vibrante, emocionante e vencedor.

Que venha 2009! Feliz ano-novo!

(-76) Fim de ano de muito trabalho

O natal chegou, e como sempre nesta época do ano, sinto-me enfadado de muita coisa. Apesar de estar acostumado a trabalhar no fim do ano, trabalhar na rede da escola me deixou fadigado. Mas o resultado está conforme meus planos, com ressalvas, pois preciso preparar as estações e também cadastrar os usuários no sistema. E isto farei na sexta, sem falta. De resto tudo anda da forma de sempre, mas pressinto que o ano que virá promete muita responsabilidade, mas muitas realizações. Até março, quando completarei 10000 dias, estarei pronto para, em 2010, alcançar patamares ainda mais elevados. Os 10000 dias não serão o fim de uma estrada, mas o começo de uma nova caminhada, ainda mais longa e com desafios maiores. Que venham os desafios!