Um dia de domingo

Reflexões de aniversário do autor do blog, usando como ponto de partida o nascimento.

Era um domingo em São Paulo, quando nasceu à luz do meio-dia, um menino branco, filho de uma mulher pernambucana e pai mineiro, ambos operários e colegas de trabalho de uma fábrica de eletrodomésticos.

Difícil imaginar como seriam os dias seguintes: o primeiro choro, as primeiras fotos, o batizado, os primeiros passos, a primeira palavra, os brinquedos, as brincadeiras e os primeiros amigos, o primeiro dia de escola com as primeiras palavras lidas e escritas.

Nascer é uma dádiva. E viver é o seu prosseguimento e justificativa. Por vezes, os dilemas e desatinos nos questionam se viver é de valia, muitas vezes nos colocando em rota de colisão com nós mesmos. Mas basta olharmos para o momento em que a dádiva da existência nos fez surgir, para termos a certeza de que nada ocorreu a esmo em nossas experiências vividas, e que não devemos desperdiçar cada minuto em lamentações pelos desatinos que sofremos.

Pois o tempo é um bem precioso, finito e não-renovável.

Sempre lembramos disso quando relembramos o dia que nascemos, data essa chamada de aniversário, estando acompanhados dos melhores amigos, ou abraçado à fria solidão.

Até hoje, se passaram trinta e quatro anos. E, coincidentemente, é domingo, o mesmo dia da semana em que nasci.

Pode significar nada, absolutamente, mas é um dia inteiro em que podemos memorar, refletir, rir e chorar.

Enfim, um dia de domingo.

Sem Titulo 17/5/2010-15:25

“Saiu o primeiro grito de guerra da torcida brasileira para a copa 2010: “Burro, burro, burro…””

Autor: Kazzttor

Quando: 11/06/2010

Pelo Twitter, ao comentar a lista de convocados por Dunga para a Copa 2010.

Sem Titulo 11/3/2009-13:26

“Senhoras e senhores, o Fenômeno voltou!”

Autor: Milton Leite

Quando: 08/03/2009

Ao narrar o gol de Ronaldo, no empate contra o Palmeiras em Presidente Prudente, pela Sportv.

Sem Titulo 28/10/2006-1:56

“As organizações Tabajara são maiores do que pensávamos”

Autor: Marco Aurélio Garcia

Quando: 27/10/2006

Coordenador da campanha à reeleição do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), ironizando ao ser questionado a respeito do episódio de falso testemunho sobre dossiê, pouco antes do último debate entre os presidenciáveis no segundo turno, na TV Globo (Clique aqui para saber).

Sem Titulo 23/10/2006-21:24

“Se é para privatizar tudo o que não funciona no Brasil, então vamos começar privatizando o governo”

Autor: Genebaldo Corrêa

Essa é para refletir… Essa frase foi dita pelo então deputado federal e ex-anão do orçamento Genebaldo Corrêa. Vendo hoje essas histórias de mensaleiros, vampiros e sanguessugas, vimos que os anões do orçamento ainda existem, so que com outros nomes…

Sem Titulo 3/10/2006-4:14

“Eu não sei!”

Autor: Clodovil Hernandez

Quando: 02/10/2006

Ao ser perguntado pelo reporter qual a proposta que levará ao congresso nacional ao assumir o cargo de deputado federal pelo PTC, por São Paulo, com quase meio milhão de votos.

Sem Titulo 8/9/2006-15:0

“Sai da Zona de Rebaixamento o Corinthians! Porque aí não é o teu lugar, não, Timão!”

Autor: Ulysses Costa

Quando: 03/09/2006

Após narrar o gol de pênalti de Marcelo Mattos para o Corinthians contra a Ponte Preta no estádio do Pacaembú, em São Paulo, o qual garantiu a vitória da equipe paulistana, garantindo assim, a saída da Zona de Rebaixamento do Campeonato Brasileiro.